sábado, 15 de maio de 2010

CABELO É SOLUÇÃO PARA CONTER VAZAMENTO NO GOLFO DO MÉXICO

O vazamento de óleo no Golfo do México aconteceu no mês passado, mas de acordo com a Reuters, o óleo continua fluindo numa proporção de, no mínimo, 5 mil barris por dia (795 mil litros).

Apesar de diversas tentativas, engenheiros da British Petroleum continuam à procura de uma saída para o drama.

Enquanto isso, moradores da Louisiana e arredores – as áreas mais atingidas – estão trabalhando numa solução caseirinha: fabricando barreiras de cabelo para absorver o óleo.

Barbearia e salões de cabeleireiros estão fazendo mutirões para rechear meias finas femininas de nylon de maneira a formar uma “barreira capilar” que será colocada nas áreas atingidas pelo derramamento.

Espantosamente, cada meio quilo de cabelo é capaz de absorver quase quatro litros de óleo.

A iniciativa partiu da ONG “Matter of Trust”, que já é adepta da técnica. Em 2007, na região da baía de São Francisco, cerca de 232 mil litros de óleo combustível vazaram do ramo de abastecimento entre um petroleiro e um barco e as madeixas tiveram de entrar em ação.

Desta vez, a instituição está impressionada com a quantidade de cabelo doada: mais de 200 mil quilos. Lã, pelos de animais e casacos de pele também são bem-vindos.

O assunto é sério, mas vale a pena visitar a seção “Instruções – Como Doar o Seu Cabelo” no site da “Matter of Trust” para relaxar: “todo tipo de cabelo está bom (liso, encaracolado, colorido, tingido, com permanente, com escova progressiva…), mas apenas cabelo da cabeça, por favor!”.

Fonte: blog da Windows Live.

Pois é, veja bem o que está acontecendo, parece que pimenta nos olhos dos outros é refresco. Os americanos são os primeiros a quererem mandar em tudo que se refere ao eco sistema, vivem querendo dar lição de moral a toda humanidade e todas as vezes que acontece alguma coisa relacionada a desastre ecológico nos EUA, você pode estar certo o que estão falando é muito pior. Não estou querendo defender que aqui no Brasil, todos somos bonzinhos e ninguém destrói a natureza, só acho que eles sempre são tão arrogantes quanto a essas questões e no entanto são os maiores poluidores. Nós aqui no Brasil devemos sim é ter isso como lição e não sermos os “babões imitadores” que sempre fomos, temos é que cuidar da nossa natureza - e quando digo nossa natureza digo nosso eco-sistema completo, como também da nossa soberania, pois o que mais tem é gringo de “zóião” em cima de tudo que temos.

Sandra, 15/05/10

Nenhum comentário:

Postar um comentário