quarta-feira, 11 de maio de 2011

NOTA DE REPÚDIO

A prática ilegal de safári no Pantanal com a caça e morte cruel de animais silvestres e ameaçados de extinção, como a onça-pintada, causou indignação ao WWF-Brasil, além de surpresa pelo fato de a proprietária da fazenda manter na propriedade uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). O fato foi denunciado pela imprensa na última sexta-feira (6/5).
Essa proprietária que organizou o safari, deveria ser solta em sua fazenda e caçada pelas pessoas que ela convidou para o safari, quem sabe assim ela aprendia que é são os verdadeiros animais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário